5 Razões Irresistíveis para Você Empreender no Mercado de Cosméticos

Mercado de CosméticosHoje eu vou explicar para vocês as cinco razões mais relevantes para você convencer alguém a entrar no mercado de cosméticos.

Eu percebi, ao longo do tempo, que meus clientes sempre pedem este tipo de informação, não para eles, mas para os casos onde se quer vender para alguém, trazer um distribuidor, um parceiro de negócios ou para convencer uma pessoa de entrar com você nesse projeto.

Se este é o seu caso, então é muito importante que você considere essas questões que apresento neste artigo, pois juntei cinco razões. Tenho certeza de que depois que você ler este texto e assistir o vídeo será mais fácil aumentar o seu canal de vendas.

1º O mercado de cosméticos é gigante

Hoje o Brasil é o terceiro maior mercado de cosméticos do mundo. Em alguns setores como perfumaria, protetores solares e produtos masculinos ele é o principal.

No relatório publicado pela Euromonitor, o setor movimentou 43 bilhões de dólares (dados de 2014), ou seja, 140 bilhões de reais.

O que quero dizer é que existe espaço para todo mundo. Se você vai montar um negócio ou vai empreender em algum setor, a primeira coisa que você deve considerar é o tamanho desse setor. O mercado de cosméticos é gigantesco.

2º Não para de crescer

Além de ser gigante, o mercado de cosméticos não para de crescer. Se você analisar os anos anteriores, vai notar uma grande curva de crescimento. Ele não para de ir para frente!

Muitas pessoas só olham o passado de um mercado e esquecem de projetar o futuro.

Um mercado que era promissor e acabou implodindo foi o mercado de construção civil. Tenho amigos com construtoras que há três anos tinham 25 mil funcionários e hoje está com 600. E eles estavam se preparando para demitir mais pessoas.

Se você vai empreender, não basta o mercado ser grande naquele momento e não basta ele ser grande no passado, você tem que ter perspectiva. O mercado de cosmético tem essa perspectiva.

3º Muitos compradores

Toda novidade do mercado de cosméticos que você apresenta para alguém, é um sucesso.

Mas tem uma pegadinha: a primeira venda que você faz é a mais fácil, porque depende de você. Às vezes a pessoa até compra por amizade, mas é na segunda venda que você precisa de um produto bom.

Se você fizer um produto ruim, você não vai ter sucesso no ramo. Tome cuidado com o produto que você está lançando e com o posicionamento da sua empresa.

Você precisa ter um produto que garanta para você e para o canal de vendas a segunda venda. Isso é importantíssimo.

O mercado é extremamente comprador.

Faça uma experiência de oferecer um produto novo para alguém. A pessoa vai comprar, eu tenho certeza. Este é um mercado ávido por novidades.

4º Alta Margem

Alta margem é o quanto você ganha no mercado.

Um exemplo que posso dar é sobre o mercado de vendas de porta a porta como Natura, Avon, Jequiti. Você tem, no começo, 30% de lucro. A cada R$ 100 que você vende, fica R$ 30 no seu bolso. Uma indústria, com todo o seu investimento, tem entre 8 e 11% de lucro.

Ou seja, o lucro de quem revende essas empresas é maior do que o da indústria.

5º Demanda Reposição

O cosmético só sai do frasco, ele não volta.

Os produtos acabam e você terá a recompra.

Trabalhe com produtos bons e compreenda que qualquer produto que você vender, demanda reposição. Se você tiver uma rotina de visitar o seu cliente, vai vender naturalmente.

Essas foram as razões que apresentei para você entrar para o mercado de cosméticos.

Meu propósito é dividir com vocês as experiências que venho adquirindo desde 2002 com mais de 163 empresas que eu ajudei a colocar no mercado.

Assista ao vídeo com esse tema e se inscreva no canal para acompanhar o conteúdo exclusivo sobre o mercado de cosméticos.