Autossabotagem – A maior vilã na Sua Marca de Cosméticos

Autossabotagem

Nas mais de 250 marcas que eu já ajudei a lançar e das diversas outras que QUASE saíram do papel, definitivamente a maior vilã era a autossabotagem. Nesse post eu vou explicar um pouco porque eu acredito nisso.

O que está acontecendo no mundo é uma loucura. A bolsa despencou, o dólar disparou, empresas perderam de 50 a 60% do seu valor de mercado, os governos suspenderam aulas e eventos. Todas as empresas aderindo ao home office. É um cenário apocalíptico. Mas será que é mesmo?

Semana passada eu gravei um áudio no meu Canal do Telegram sobre o assunto e naquela época aqui no Brasil as pessoas nem sabiam de fato o que era o Coronavirus (olha como as coisas estão mudando de forma rápida). Todos estavam se deixando levar por notícias ruins (que muitas vezes nem eram reais).

Eu quero mostrar, para você que é vencedor e quer construir um negócio verdadeiro, que não dá para deixar se levar por isso e se autossabotar.

Eu tenho um cliente muito significativo na Florus, um cara com uma linha super bem posicionada com perfume, hidratante, linha capilar, etc. Ele costuma fazer pedidos de 2 em 2 meses, mas o último que ele fez foi em outubro. Não fez pedido nenhum esse ano.

Quando liguei para ele para saber o que estava acontecendo eis que ele me fala:

“Fabio, a economia tá parada, cara, as vendas despencaram de um jeito que você não acredita. Tô vendendo quase nada. O pessoal só pede pra mim álcool em gel.”

Coincidentemente hoje eu, meus 3 filhos e minha esposa Keila tomamos banho. Usamos shampoo, sabonete, desodorante, perfume, etc. Ontem e anteontem também. Às vezes até 2 vezes por dia. O que mudou?

Não crie condições para você estragar o seu negócio. Não entra nessa. Isso é uma sabotagem.

Meu cliente não está vendendo, ok. Tem que ver como está o atendimento ao cliente dele, como está a equipe de vendas, se não entrou um concorrente que está dando uma atenção diferente. Será que o posicionamento dele está bom? Ele continuou fazendo divulgações?

Olha quantas variáveis você precisa olhar e que nada tem a ver com o Coronavirus ou com a “Economia parada”. Para se dar bem, você só precisa de conhecimento verdadeiro e atitude.

Não adianta ter apenas o conhecimento se você não bota para fazer. Você tem que agir porque é ali que você aprende como funciona a engrenagem.

Quantos projetos que eu deixei de lançar porque a pessoa não tinha o conhecimento e aí ficava adiando.

E-book Gratuito: 7 Dicas para Ter Mais Sucesso com a Sua Marca de Cosméticos

Eu atendi um cara essa semana que participou da primeira turma do meu curso Como Lançar a Sua Marca de Cosméticos. Isso em maio de 2019. Aí ele me ligou agora em março de 2020 me contando que acabou agora de assistir as aulas. Olha que autossabotagem.

Quanto custou esse ano para ele? Quantas oportunidades ele perdeu?

E quantos projetos que eu lancei e não decolaram por causa disso. A pessoa não toma atitude e fica pensando em detalhes que não tem relevância. Não se atualiza. Quando que vai ser o momento certo de você começar o seu negócio?

Muitas vezes eu explico exatamente o que a pessoa precisa fazer para ter mais sucesso com a Sua Marca. Explico quantas pessoas precisariam ser contratadas e até dou uma noção dos valores que seriam gastos. Sabe o que várias pessoas dizem para mim?

“Eu vou ter que contratar gente e montar estrutura? E se não der certo?”

Vencedores se abastecem de conhecimento e continuam até que o negócio dê certo. Precisou corrigir a rota? Não perde tempo. Corrige e continua.

Não entra nessa de autossabotagem, isso só vai fazer com que você não chegue onde quer chegar.

Se você quiser continuar corrigindo a sua rota e aprendendo mais sobre o Mercado de Cosméticos e como fazer sucesso empreendendo nesse segmento é só acompanhar o meu blog e as minhas Lives de Terça às 8h30 no meu Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.